21 de junho de 2013

Depois de tanto tempo ..

Nosso amor começou cedo
E a chama não se apagou
Quem não ama porque tem medo
Quem disse que o amor não dura, se enganou.

Dizem que com o tempo o amor esfria 
Que é impossível durar pra sempre, não sei...
Eu olho no fundo dos seus olhos todo dia
E vejo o menino por quem me apaixonei

Cada dia que passa eu sinto que te amo mais do que amava
Com o tempo, amar se torna mais que entender
Às vezes, não preciso dizer uma palavra
Para que você saiba exatamente o que eu quero dizer.

Me perguntam como saber se é seguro
Se não estou me iludindo e vou me machucar
Não há sequer um dia em que eu não pense em você no meu futuro
Amor não duvida, amor só quer amar.

[Mariana Siqueira]

28 comentários:

  1. Oi, Mariana! não é possível viver um amor sem pensar nele como entrega e inclui-los em nossos planos para o futuro.Quem ama verdadeiramente precisa se entregar para vivê-lo em todas as suas esferas. Lindo escrito, um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. e verdade,um amo para vida toda rsrsr

      Excluir
  2. Que lindo, que beleza do amor.

    http://iasmincruz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maravilhoso que lindo msm

      Excluir
    2. Maravilhoso que lindo msm

      Excluir
  3. Amor que tem dúvida, não é amor, é incerteza!
    Belo poema :D

    Um beijo,

    http://algumasobservacoes.blogspot.com/
    http://escritoshumanos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Admiro demais o poder da rima, e a capacidade de colocar sentimento nela.
    Lindo texto!
    Amei, de verdade!!

    http://avidaumpalco.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. http://opoetadosapaixonados.blogspot.com.br/

    Belo blog...Dar uma passadinha no meu...
    abraços

    ResponderExcluir
  6. Fonte - I

    Ela é a fonte. Eu posso saber que é
    a grande fonte
    em que todos pensaram. Quando no campo
    se procurava o trevo, ou em silêncio
    se esperava a noite,
    ou se ouvia algures na paz da terra
    o urdir do tempo ---
    cada um pensava na fonte. Era um manar
    secreto e pacífico.
    Uma coisa milagrosa que acontecia
    ocultamente.

    Ninguém falava dela, porque
    era imensa. Mas todos a sabiam
    como a teta. Como o odre.
    Algo sorria dentro de nós.

    Minhas irmãs faziam-se mulheres
    suavemente. Meu pai lia.
    Sorria dentro de mim uma aceitação
    do trevo, uma descoberta muito casta.
    Era a fonte.

    Eu amava-a dolorosa e tranquilamente.
    A lua formava-se
    com uma ponta subtil de ferocidade,
    e a maçã tomava um princípio
    de esplendor.

    Hoje o sexo desenhou-se. O pensamento
    perdeu-se e renasceu.
    Hoje sei permanentemente que ela
    é a fonte.

    Herberto Helder

    ResponderExcluir
  7. Tríptico

    Não sei como dizer-te que minha voz te procura
    e a atenção começa a florir, quando sucede a noite
    esplêndida e vasta.
    Não sei o que dizer, quando longamente teus pulsos
    se enchem de um brilho precioso
    e estremeces como um pensamento chegado. Quando,
    iniciado o campo, o centeio imaturo ondula tocado
    pelo pressentir de um tempo distante,
    e na terra crescida os homens entoam a vindima
    - eu não sei como dizer-te que cem ideias,
    dentro de mim, te procuram.

    Quando as folhas da melancolia arrefecem com astros
    ao lado do espaço
    e o coração é uma semente inventada
    em seu escuro fundo e em seu turbilhão de um dia,
    tu arrebatas os caminhos da minha solidão
    como se toda a casa ardesse pousada na noite.
    - E então não sei o que dizer
    junto à taça de pedra do teu tão jovem silêncio.
    Quando as crianças acordam nas luas espantadas
    que às vezes se despenham no meio do tempo-
    não sei como dizer-te que a pureza,
    dentro de mim , te procura.

    Durante a primavera inteira aprendo
    os trevos, a água sobrenatural, o leve e abstracto
    correr do espaço -
    e penso que vou dizer algo cheio de razão,
    mas quando a sombra cai da curva sôfrega
    dos meus lábios, sinto que me faltam
    um girassol, uma pedra, uma ave - qualquer
    coisa extraordinária.
    Porque não sei dizer-te sem milagres
    que dentro de mim é o sol, o fruto,
    a criança, a água, o deus, o leite, a mãe,
    o amor,
    que te procuram.

    Herberto Hélder

    ResponderExcluir
  8. Que linda poesia! Você é ótimaa...' :)

    Segue ai se gostar: http://make-up-goe.blogspot.com.br/

    #Beijoos

    ResponderExcluir
  9. parabens pelo blog, muito inspirador.

    ResponderExcluir
  10. Simpático e envolvente poema.
    Doces rimas...

    Abraço ;)

    ResponderExcluir
  11. Amor que é amor não se acaba, jamais.
    Adorei essa poesia

    M&N | Desbrava(dores) de Livros

    ResponderExcluir
  12. Que lindo!!eu acredito no amor verdadeiro.

    ResponderExcluir
  13. Um amor acima de tudo
    Por voce ate mudo
    Distorco a minha meta
    Nao me julga me completa

    Menina encantadora
    Voz bela de cantora
    Razao da minha existencia
    Trouxe paz a violencia

    ResponderExcluir
  14. O amor não questiona, não duvida, nada teme.. Parabéns!! ^^

    ResponderExcluir
  15. olá mariana, muito lindo tudo que você escreve! adorei! eu costumava escrever também vou te mandar um espero que goste! beijos Amor é ...." É algo que não explicamos, mais que chega para trazer alegria em nossas vidas. É algo que nos erradia de tanta felicidade, que nos faz imortais, pelo menos nos instantes que estamos entrelaçados junto a quem amamos, em um beijo mágico que tem o poder de parar o tempo ou talvez transformá lo em um só instante, que é lembrado por outros tantos instantes. É delírio a noite em minha cama, que grita , chamando pelo meu amor, em um eco sem resposta, um eco que traz de volta apenas meu próprio chamado triste. É as vezes solidão amarga, por culpa de algo ou alguém que nos separa, trazendo uma saudade vazia que ninguém consegue matar, pois apenas meu amor, que é a razão de minha saudade pode mata la ,vindo para mim, em um sonho profundo e real de amor. " costumava escreve los na adolescência faz um tempinho já, espero q goste chau!

    ResponderExcluir
  16. Amar é viver.
    viver é estar com você
    E se eu morrer
    Te levarei comigo
    E na eternidade iremos vever!

    ResponderExcluir
  17. Olá Mariana, estou passando para te parabenizar, pelo lindo blog. Continue postando poesias como estas, teras grande sucesso...são poesias realmente espetaculares. Vou te seguir... Se puder visite, descobrindopoesias.blogspot.com . Abraço. Mizael porto

    ResponderExcluir
  18. Ótimo que lindo amei

    ResponderExcluir
  19. ola querida adorei teus poemas e teu blog amo poesia parabens!!!!!
    http://gargulasdark.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Até me emocionei com o seu poema, ele é lindo me deu vontade de amar, mais tenho medo de me machucar de novo já sofri muito, me decepcionei bastante com uma pessoa, agora acho que é melhor eu tentar ser menos sentimental, não quero amar e sofrer mais do que já sofri, vou fazer o possível para não amar mais ninguém, mariana voçê é uma ótima poetiza desejo sorte e tudo de bom, até !!!

    ResponderExcluir
  21. Marcos Samuel dos Santos30 de maio de 2014 21:39

    Conheci o Blog, e fiquei impressionado com as belas inspirações. Parabéns, continue fazendo poesias, pois Vc é melhor que muitos poetas renomados.

    ResponderExcluir
  22. Ai eu concordo pois ja passei uma situaçao que era de acabar com um amor. .....

    ResponderExcluir

Deixe seu recado, opinião, comentário ou sugestão. Prometo lê-las com carinho ;* mil beijos. Obrigada por visitar meu blog =)